SAÚDE / CUIDADOS DE ENFERMAGEM



Envelhecer é um processo pessoal dinâmico, progressivo e inevitável resultantes das mudanças morfológicas, bioquímicas, funcionais e psicológicas de cada um. Segundo a Organização Mundial de Saúde o conceito de envelhecimento ativo consiste num “processo de otimização das oportunidades para a saúde, participação e segurança, para a melhoria da esperança de vida e qualidade de vida das pessoas à medida que envelhecem, num quadro de solidariedade entre gerações”.

A CERLAR percebe que o garante de excelentes cuidados de saúde aos seus idosos, assente numa equipa multidisciplinar competente, transmite segurança e bem estar não só aos idosos mas também aos seus familiares e amigos bem como a todos os seus colaboradores.


De entre essas disciplinas que garantem o melhor ambiente de saúde aos idosos, a Enfermagem, pelo seu perfil curricular abrangente e multifacetado, assume um papel nuclear como plataforma não só na promoção da saúde, na prevenção da morbilidade e no tratamento da doença mas também ao fomentar junto da cada utente a pesquisa das suas necessidades de saúde e bem estar. Espera-se da atividade de enfermagem em cada momento, a montante e a jusante, o planeamento ajustado dos interesses dos idosos.

Foi com esse espírito de exigência que a CERLAR me convidou para fazer parte duma equipa de excelente qualidade técnica e humana.

O meu nome é Renata Costa, sou Licenciada em Enfermagem pela Escola Superior de Saúde do Vale do Ave e terminei o curso com média de 14 valores. Ao fazer parte desta equipa, que aceitei sem hesitações, tenho consciência das minhas responsabilidades e das novas exigências que se me colocam a nível técnico e humano. É minha intenção contribuir para a promoção do envelhecimento ativo saudável e para a criação de respostas adaptadas aos idosos da CERLAR.  Procurarei contribuir para a continuidade dos cuidados de excelência que a Instituição persegue e tendo como base da minha atuação o que está plasmado no artigo 81º, alínea c, do Código Deontológico da Ordem dos Enfermeiros: “Salvaguardar os direitos da pessoa idosa, promovendo a sua independência física, psíquica e social e o autocuidado, com o objectivo de melhorar a sua qualidade de vida”.

Renata Costa (Enfermeira)